Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website

Carminho convida Filipe Cunha Monteiro

Música

Castelo de São Jorge

Obter Direcções

15 Jun - 2018
Sexta

22h
Créditos: José Frade

Castelo de São Jorge

Obter Direcções

15 Jun - 2018
Sexta

22h

Entrada gratuita, sujeita ao limite da lotação e mediante levantamento de bilhete no dia do espetáculo, na bilheteira do Castelo de São Jorge ou no Museu do Fado, a partir das 20h

M/6

Estreou-se a cantar em público aos doze anos, no Coliseu. Em 2009 editou o seu primeiro álbum Fado, considerado um dos melhores álbuns do ano pela revista britânica Songlines. Com Perdoname, com
Pablo Alborán, Carminho tornou-se a primeira artista portuguesa a atingir o número 1 do top espanhol. Em 2012, lançou o segundo álbum, Alma, que reeditou com novas gravações, com Milton Nascimento, Chico Buarque e Nana Caymmi. No final de 2014 editou Canto, que inclui a primeira parceria de Caetano Veloso com o seu filho mais novo Tom que lhe ofereceram o inédito O Sol, Eu e Tu. Canto inclui também o dueto com Marisa Monte e participações especiais de Jaques Morelenbaum, Antonio Serrano e Carlinhos Brown, entre outros. Em 2016, a convite da família de Tom Jobim, gravou Carminho canta Tom Jobim, com a última banda que o acompanhou ao vivo, partilhando temas com Marisa Monte, Chico Buarque e Maria Bethânia.

Filipe Monteiro aprendeu muito novo a tocar piano, órgão e guitarra. Ainda adolescente, começou a compor temas originais para várias peças de teatro e depois de algumas experiências em bandas de garagem, colaborou na formação dos Atomic Bees, com quem gravou Love Noises and Kisses. Rita Redshoes, parte integrante do grupo, seguiu carreira a solo e Filipe Monteiro acompanhou-a. Como a música, a imagem (em especial, o vídeo) é uma parte essencial do trabalho que produz, tendo trabalhado com nomes Paulo Furtado (The Legendary Tigerman), David Fonseca ou António Zambujo na produção e realização de videoclipes, DVD, documentários e desenhando a parte visual de alguns concertos destes artistas. E também com Rita Redshoes e com Márcia, dois nomes com os
quais trabalha ainda como músico, arranjador e produtor. Tomara é o mais recente projeto de Filipe Monteiro. Trata-se da primeira obra em nome próprio, uma nova aventura sob um alter-ego. Favourite Ghost foi editado em setembro de 2017 e inclui os temas Coffee and Toast e For No Reason.

Sobem ao palco, juntos, na segunda noite de Fado no Castelo.