Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website

Festival Política (Dia 1)

Festival

Cinema São Jorge

Obter Direcções

Este evento já decorreu
13 Ago - 2020
Quinta

Cinema São Jorge

Obter Direcções

Este evento já decorreu
13 Ago - 2020
Quinta

Acessibilidade a pessoas com mobilidade reduzida.

Todas as atividades são de entrada livre, com lotação limitada e sujeitas ao levantamento de bilhetes na bilheteira do Cinema São Jorge.
Horário da bilheteira: quinta a domingo, das 16h até ao início da última sessão.
Lotação: Sala Manoel de Oliveira, 423 lugares; Sala 2, 78 lugares; Sala 3, 105 lugares.

Conceção: Associação Isonomia; Co-Produção: Produtores Associados
Festival Política integra a programação da Lisboa Capital Verde Europeia 2020.

Parceiros Institucionais: Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal; Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto; Instituto Português do Desporto e Juventude; Secretaria de Estado da Cidadania e Igualdade;
Cine Eco/Município de Seia; Media Partner: RTP; Apoios: FCB Lisboa, Bro e Segunda Segunda

 

O Festival Política regressa ao Cinema São Jorge no mês de agosto (entre os dias 13 e 16), abrindo o Lisboa na Rua. A programação de quatro dias inclui debates, filmes, performances, música e humor, tendo o ambiente como tema central. Com as alterações climáticas no centro das reivindicações dos mais jovens e com os poderes públicos e económicos cada vez mais pressionados para mudarem as suas políticas em prol de um desenvolvimento mais sustentável, o festival dará especial atenção ao papel dos cidadãos como agente transformador, sem ignorar o impacto que a pandemia da covid-19 está a ter em todo o mundo. Em 2020, o festival terá pela primeira vez a figura do país-foco, que será o Brasil, e que estará em destaque em vários momentos da programação.

13 a 16 agosto

Foyer
2050
de Carolina Maria
Exposição
m/12
Vários estudos sobre o planeta e as alterações climáticas prevêem que em 2050 viveremos sob condições extremas, num cenário inédito. Como será a nossa alimentação em 2050? Que tipo de produtos consumiremos? De que será feita a nossa gastronomia? Esta exposição é um delírio
ilustrado sobre a comida do futuro... e sobre o resto. “2050” foi originalmente criada para integrar um ciclo de exposições com o tema “Gastronomia e o Resto”, a convite do Museu Quinta da Cruz em Viseu. Reflete sobre um futuro distópico e atroz.

13 de agosto

Sala Manoel de Oliveira
18h
A EXPLORAÇÃO DA GENTE PARA A EXPLORAÇÃO DA TERRA
Moderação: Fumaça
Debate
m/12
Com interpretação em Língua Gestual Portuguesa

Cerca de 40 milhões de pessoas em todo o mundo. 26 mil só em Portugal. A necessidade de mão de obra intensiva leva um mundo de gente aos campos. Na procura de uma vida melhor, milhares de imigrantes sujeitam-se a trabalhos forçados, à exploração, tão intensiva como as culturas que fazem crescer. Que terra ficará para as gerações futuras? A que custo?

 

Sala 2
19h
SEMBA VERSUS PETRÓLEO
Com André Soares (jornalista/antropólogo/investigador), Galiano Neto (percussionista e compositor) e Chalo Correia (guitarrista e compositor). Oficina/performance
m/12
Com interpretação em Língua Gestual Portuguesa

Angola está a passar por uma crise, em parte provocada pela baixa do preço do petróleo, o seu principal bem de exportação. O semba, género de música de dança angolano ajudou a construir o estado nação, entra agora em processo de patrimonialização ao abrigo das diretivas da convenção do património cultural imaterial da UNESCO 2003. Que património será mais sustentável para o futuro de Angola?

 

Sala 3
21h30
SESSÃO VENCEDORES DOS GREEN FILM NETWORK AWARDS
Cinema
m/12
Parceria: Extensão Festival CineEco

 

“MUNDO PERDIDO” (“LOST WORLD”) de Kalyanee Mam, EUA, 16’

Enquanto Singapura retira areia das florestas de mangue do Camboja, a ameaça de extinção paira sobre um ecossistema, um modo de vida comunitário e o relacionamento de uma mulher com o seu lar.

“FROTA FANTASMA” (“GHOST FLEET”) de Shannon Service e Jeffrey Waldron, EUA, 90’

A Frota Fantasma segue um pequeno grupo de ativistas que arriscam as suas vidas nas remotas ilhas da Indonésia para encontrar justiça e liberdade para os pescadores escravizados que alimentam o apetite insaciável do mundo por frutos do mar. Patima Tungpuchayakul, abolicionista
tailandesa, comprometeu a sua vida a ajudar esses homens “perdidos” a voltar para casa. Confrontada com doenças, ameaças de morte, corrupção e complacência, a sua destemida determinação pela justiça inspira a sua nação e o mundo.

Outros Eventos

Festival Festival Nosso Utsava Espaço Cultural das Mercês (R. Cecílio de Sousa 94) e Sala Fernando Farinha (Rua dos Cordoeiros, 50)
Música Noites de Verão Galerias Municipais, Jardim da Galeria Quadrum 19h00
Literatura Ecotemporâneos – Gisela João Quinta da Alfarrobeira 17h00
Dança Dançar a Cidade – Afro Dance Jardim do Palácio Pimenta - Museu de Lisboa 17h30
Festival Lisboa Soa Vários locais
Visitas Guiadas Open House Lisboa
Crianças Antiprincesas Estufa Fria 11h00 e 16h00
Famílias Outro Olhar Praça Duque de Saldanha, Av. da Liberdade, Restauradores, Rossio Cais do Sodré