Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website

Festival Política (Dia 3)

Festival

Cinema São Jorge

Obter Direcções

Este evento já decorreu
15 Ago - 2020
Sábado

Cinema São Jorge

Obter Direcções

Este evento já decorreu
15 Ago - 2020
Sábado

Acessibilidade a pessoas com mobilidade reduzida.

Todas as atividades são de entrada livre, com lotação limitada e sujeitas ao levantamento de bilhetes na bilheteira do Cinema São Jorge.
Horário da bilheteira: quinta a domingo, das 16h até ao início da última sessão.
Lotação: Sala Manoel de Oliveira, 423 lugares; Sala 2, 78 lugares; Sala 3, 105 lugares.

Conceção: Associação Isonomia; Co-Produção: Produtores Associados
Festival Política integra a programação da Lisboa Capital Verde Europeia 2020.

Parceiros Institucionais: Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal; Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto; Instituto Português do Desporto e Juventude; Secretaria de Estado da Cidadania e Igualdade;
Cine Eco/Município de Seia; Media Partner: RTP; Apoios: FCB Lisboa, Bro e Segunda Segunda

 

O Festival Política regressa ao Cinema São Jorge no mês de agosto (entre os dias 13 e 16), abrindo o Lisboa na Rua. A programação de quatro dias inclui debates, filmes, performances, música e humor, tendo o ambiente como tema central. Com as alterações climáticas no centro das reivindicações dos mais jovens e com os poderes públicos e económicos cada vez mais pressionados para mudarem as suas políticas em prol de um desenvolvimento mais sustentável, o festival dará especial atenção ao papel dos cidadãos como agente transformador, sem ignorar o impacto que a pandemia da covid-19 está a ter em todo o mundo. Em 2020, o festival terá pela primeira vez a figura do país-foco, que será o Brasil, e que estará em destaque em vários momentos da programação.

13 a 16 agosto

Foyer
2050
de Carolina Maria
Exposição
m/12
Vários estudos sobre o planeta e as alterações climáticas prevêem que em 2050 viveremos sob condições extremas, num cenário inédito. Como será a nossa alimentação em 2050? Que tipo de produtos consumiremos? De que será feita a nossa gastronomia? Esta exposição é um delírio
ilustrado sobre a comida do futuro... e sobre o resto. “2050” foi originalmente criada para integrar um ciclo de exposições com o tema “Gastronomia e o Resto”, a convite do Museu Quinta da Cruz em Viseu. Reflete sobre um futuro distópico e atroz.

 

15 de agosto

Sala 2
18h
O QUE SE PASSA COM O BRASIL?
Debate
m/12
Com interpretação em Língua Gestual Portuguesa

Brasileiros a viver em Lisboa, das áreas da cultura, direitos humanos, jornalismo e ambiente, partilham as suas visões sobre o estado atual do Brasil. Participam Diego Candido (mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologia no ISCTE-IUL, especialista jurídico e DJ), Lidiane de Carvalho (advogada, investigadora em Direito do Ambiente e doutoranda em Democracia no Século XXI pelo CES – UC) e Lucas Rohan (jornalista e doutorando em Comunicação na Universidade Nova de Lisboa).

 

Sala 3
19h
SESSÃO BRASIL
Cinema
m/12
Parceria: Segunda Segunda

“CÂMERA, TÁ OK”
de Nathalia Oliveira
Brasil, 15’
Documentário sobre a censura do cinema brasileiro no governo Bolsonaro

“REEXISTIR”
de Gabriela Lima
Brasil, 15’
Ficção sobre uma distopia em que um regime militar é instaurado e mulheres presas são torturadas.

“TODOS NÓS MORAMOS NA RUA”
de Marcus Antonius Melo
Brasil, 15’
Documentário sobre moradores de rua na cidade de Fortaleza (Ceará).

“IARINHAS”
de Pedro Serrano
Brasil, 4’
Videoclipe da cantora Luiza Lian sobre os rios de grandes cidades como São Paulo que sofreram transformações e foram canalizados, o que gera inúmeras enchentes quando chove.

“ESPELHO”
de Josi Lopes
Brasil, 5’47’’
Videoclipe para refletir as raízes negras no Brasil, o movimento afrofuturista e o impacto em Portugal.

“AÇÚCAR”
de Heráclito Lima
e Danilo Godoy
Portugal, 16’48’’
Documentário/ensaio poético sobre imigração brasileira em Lisboa, arte, processos criativos, gentrificação, despejo e abandono de espaços.

 

Sala Manoel de Oliveira
21h30
O MUNDO SEGUNDO DIOGO FARO
Diogo Faro
Espetáculo de humor
m/12
Com interpretação em Língua Gestual Portuguesa

Diogo Faro, também conhecido como o Sensivelmente Idiota, a solo para nos falar sobre o estado do mundo: dos direitos humanos ao ambiente, passando pelas discriminações e preconceito. Há razões para otimismo?

 

Sala 2
23h
BELEZA COMO VINGANÇA
Performance
m/16
Numa proposta híbrida e sensual, a dupla brasileira Tita Maravilha e Cigarra traz um live act cheio de ruídos e apelos cremosos. Corpos urgentes de mulheridades marginais e fúria travesti. Violência como linguagem, beleza como vingança.

Outros Eventos

Festival Lisboa Soa Vários locais
Dança Dançar a Cidade – Afro Dance Jardim do Palácio Pimenta - Museu de Lisboa 17h30
Visitas Guiadas Open House Lisboa
Festival Festival Nosso Utsava Espaço Cultural das Mercês (R. Cecílio de Sousa 94) e Sala Fernando Farinha (Rua dos Cordoeiros, 50)
Literatura Ecotemporâneos – Gisela João Quinta da Alfarrobeira 17h00
Famílias Outro Olhar Praça Duque de Saldanha, Av. da Liberdade, Restauradores, Rossio Cais do Sodré
Crianças Antiprincesas Estufa Fria 11h00 e 16h00
Música Noites de Verão Galerias Municipais, Jardim da Galeria Quadrum 19h00